Skip navigation

Um garoto que acredita ter o poder de entristecer tudo o que toca. Como seriam as ramificações de alguém com tal “poder”, as suas relações com os amigos, família, amores? E se até objetos ficassem tristes ao seu toque? Como uma cama ficaria triste, seria ela gelada? Como uma bicicleta ficaria triste, seu pneu seria sempre um pouco mais murcho que os outros?

Dessas questões nasceu Thomás Tristonho, um menino de 16 anos que não só convive com a tristeza, mas também a emana. De maneira leve e fabulosa, sua história vai retratar a insegurança da vida e o risco de vivê-la. A imponderabilidade das coisas, o mundo de fatalidades improrrogáveis. E como fazemos para nos defender de nossa própria fragilidade perante tais aspectos da vida.

Esses são os mini-documentários criados para divulgar o curta. Lindos e irritantemente bem executados!

Vitrine Filmes e Coletivo Centro são os responsáveis por esta ‘buniteza’.

O pessoal do coletivo ganhou um prêmio no MOFILM Pepsi de 2009. O objetivo era falar do conceito Refresh Your world, e eles resolveram falar dos pequenos gestos. Foda!

Via Brainstorm9

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: